Ler com Acessibilidade

Rondônia, 22 de Julho de 2017

\\ NOTÍCIAS

Publicado em 06/09/2016 17:00

HOMENS QUE TRANSPORTAVAM TATUS DE FORMA ILEGAL SÃO DETIDOS PELA POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL

Fonte: Assessoria

Dois homens foram detidos nesta madrugada pela Polícia Rodoviária Federal acusados de transportar animais silvestres de forma ilegal. O fato se deu por volta das 00 horas e 20 minutos, na altura do quilômetro 723 da BR 364, no seu sentido decrescente, em Porto Velho-RO.

Ao abordarem um veículo VW/Saveiro, os policiais encontraram no interior do mesmo, dois tatus sendo transportados de forma ilegal. Os dois homens que estavam no veículo, um de 36 e o outro de 37 anos, não obtinham as documentações e nem as condições de acondicionamento necessárias para este tipo de transporte. Sendo assim, foram detidos pela suposta prática do delito previsto no artigo 29 da Lei 9.605/98 (Lei de Crimes Ambientais).

Após receberem voz de prisão, os dois homens foram encaminhados para a Delegacia de Polícia para que fossem tomadas as devidas providências.



Sem dar sossego ao crime, PRF captura 11 foragidos da Justiça em Rondônia e no Amazonas

Em 72 horas, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) capturou 07 foragidos da justiça. Três dos fatos ocorreram em Vilhena/RO, um na cidade São Miguel do Guaporé/RO, em Porto Velho/RO e Humaitá/AM.

Às 09h30 desta última sexta-feira (02), a equipe da PRF abordou o veículo a passeio, conduzido por um homem de 26 anos de idade, durante a fiscalização de rotina efetuada no quilômetro 56 da BR 319. Ao realizar busca pessoal nos sistemas de segurança, os agentes constataram em desfavor do motorista, um mandado de prisão expedido pela 2° Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia, acusado de cometer furto.

Por volta das 19 horas, os agentes da PRF avistaram o veículo M.BENZ/710, estacionado nas margens do quilômetro 137 da BR 429, onde dois homens se encontravam embarcando castanhas no caminhão. Ao ser abordado, o senhor de 62 anos afirmou aos policiais que a mercadoria era para comercialização e que estava auxiliando o homem de 34 anos no transporte, a mando de seu patrão. Consultado nos sistemas, os policiais constataram que ambos possuíam em seu desfavor, mandados de prisão em aberto, sendo um acusado de cometer furto qualificado.

Na manhã deste último sábado (03), durante patrulhamento de rotina, os policiais de plantão da PRF abordaram o caminhão semirreboque, conduzido por um homem de 55 anos de idade, nas proximidades do quilômetro 525 da BR 364. Ao notar que o veículo não possuía placa de identificação, os policiais efetuaram busca pessoal do banco de dados e constataram que o motorista possuía em seu desfavor, um mandado de prisão em aberto, expedido pela 1° Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia, acusado de ter cometido homicídio qualificado.

Por volta das 14 horas, um ônibus de transporte interestadual foi abordado pela equipe da PRF, nas imediações do quilômetro 678 da BR 319, para fiscalização de rotina. Realizada consulta pessoal dos ocupantes nos sistemas de segurança, os policiais constataram em desfavor do passageiro de 40 anos de idade, um mandado de prisão em aberto, expedido pela Vara de Execuções e Penas de Medidas Alternativas do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia, acusado de uso de documento falso.

Os agentes da PRF realizavam fiscalização de rotina, pela manhã do dia 04/09, no quilômetro 1 da BR 364, quando abordaram o ônibus MBENZ/MPOLO PARA. Efetuada consultas nos sistemas de segurança, os agentes constataram em desfavor do ocupante de 42 anos de idade, dois mandados de prisão em aberto, um expedido pela 1° Vara Federal do Tribunal Regional Federal do município de Palmas/TO, por Peculato, art. 312, e outro expedido pela 2° Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, acusado de uso de documento falso e crime do sistema nacional de armas.

Na noite deste último domingo (04), os policiais rodoviários federais abordaram, no quilômetro 1 da BR 364, um ônibus que fazia linha de Porto Velho/RO a Cascavel/PR. Após consultas no banco de dados, os agentes da PRF constataram em desfavor do passageiro de 43 anos de idade, um mandado de prisão em aberto, expedido pela 1° Vara Civil e Criminal do Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso, acusado de ter cometido estupro.


E, por fim, nesta última segunda-feira (05), durante a fiscalização de rotina efetuada nas proximidades do quilômetro 1 da BR 364, na cidade de Vilhena/RO, a PRF cumpriu mais quatro mandados de prisão.

Sendo a primeira ocorrência registrada por volta das 10h30, quando os agentes da PRF abordaram o ônibus de transporte interestadual, que fazia linha de Porto Velho/RO a Cascavel/PR. Ao realizar pesquisas dos ocupantes nos sistemas de segurança, os policiais constataram em desfavor do passageiro de 39 anos de idade, um mandado de prisão em aberto, expedido no dia 17.05.2013 pela 2° Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia, acusado de crime contra patrimônio, válido até o dia 02.06.2021.

Às 22h51, a equipe da PRF abordou outro ônibus interestadual, que fazia linha de Cuiabá/MT a Porto Velho/RO. Durante a fiscalização, os policiais solicitaram a documentação pessoal dos ocupantes e constataram que o passageiro de 28 anos de idade possuía apenas o bilhete de passagem no nome de outra pessoa. Questionado a respeito, o ocupante informou o nome verdadeiro aos policiais. Efetuada consultas nos sistemas, os agentes da PRF encontraram em seu desfavor, três mandados de prisão em aberto, dois expedidos pela 1° Vara Criminal do Tribunal de Justiça do município de Cacoal/RO e outro expedido pela 2° Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia, todos acusando de roubo. Posteriormente, os policiais encontraram uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no banco do passageiro e após averiguação, a equipe contatou que o documento tinha indícios de falsificação. Ao ser indagado, o foragido afirmou que tinha ciência dos mandados, motivo pelo qual usava a CNH falsa.

Diante dos fatos, as ocorrências foram encaminhadas para a Polícia Civil da localidade.

Quatro motoristas são detidos pela PRF neste último final de semana por embriaguez ao volante

Quatro homens foram detidos, neste último final de semana, pela Polícia Rodoviária Federal, por estarem dirigindo sob a influência de álcool. Os fatos se deram em pontos ao longo da BR 364.

Em fiscalizações de rotina, equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) abordaram quatro condutores que apresentavam visíveis sinais de embriaguez. Os homens de 20, 28, 40 e 50 anos foram detidos após realizarem o teste do etilômetro e o resultado ter dado acima do limite legal. Os motoristas, que foram enquadrados no artigo 306 da Lei 9.503/97 (Código de Trânsito Brasileiro) que prevê o delito de embriaguez ao volante, foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil.

Vale ressaltar, que a lei apenas prevê um limite de álcool no sangue para a configuração do crime de embriaguez ao volante, no entanto, para que haja infração administrativa não há qualquer limite legal, ou seja, qualquer quantidade de álcool no sangue, por menor que seja, já configura infração. Sendo assim, se for dirigir, não beba!